A rede- lenine


Nenhum aquario é maior do que o mar
Mas o mar espelhado em seus olhos
Maior me causa o efeito
De concha no ouvido
Barulho de mar
Pipoco de onda
Ribombo de espuma e sal

Nenhuma taça me mata a sede
Mas o sarrabulho me embriaga
Mergulho na onda vaga

E eu caio na rede, não tem quem não caia
E eu caio na rede, não tem quem não caia
E eu caio na rede

Às vezes eu penso que sai dos teus olhos o feixe
De raio que controla a onda cerebral do peixe ( bis )

Nenhuma rede é maior do que o mar
Nem quando ultrapassa o tamanho da terra
Nem quando ela acerta, nem quando ela erra
Nem quando ela envolve todo o planeta
Explode e devolve pro seu olhar
Um tanto de tudo que eu "tô" pra te dar

Se a rede e maior do que meu amor
Não tem quem me prove ( bis )

Às vezes eu penso que sai do teus olhos o feixe
De raio que controla a onda cerebral do peixe ( bis )

E eu caio na rede, não tem quem não caia
E eu caio na rede, não tem quem não caia
E eu caio na rede ( bis )...
A rede- lenine
Article Number: 8351
Read. 218 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Erlan Farinelli

Contact Me.

  • Email
  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.