Aprenda a desenvolver a sua liderança

Desenvolver a liderança é fundamental para o seu processo de evolução! Seja você um executivo, um empreendedor ou alguém que busca eliminar as emoções negativas e transformá-las em combustível para o alcance dos seus objetivos.

Afinal de contas, é por meio dessa característica que você consegue se fazer compreendido entre as pessoas — seja através de uma carta, reunião, entrevista ou em debates acalorados. Ainda mais: é a liderança que permite às pessoas a admiração e inspiração em suas frases e atitudes.

Como resultado, você capta uma série de “seguidores”, que vão se deixar acreditar e confiar nas suas decisões cada vez mais. E isso é determinante tanto em âmbito profissional quanto nas suas relações profissionais.

Vamos ver, então, o que é preciso para desenvolver a sua liderança? Basta seguir com a leitura deste post!

 

O que é liderança?

A liderança é um processo de guiar e incentivar os outros por meio de comandos, atitudes e frases. Mensagens multidisciplinares que ajudam a inspirar e fazer com que mais pessoas vejam, em você, um exemplo.

No setor corporativo, a presença de um líder tende a ser algo indispensável. Acontece que essa perspectiva pode não ser tão fundamental quanto pensamos. Pois, a liderança pode — e deve — ocorrer naturalmente, o que estimula as pessoas a seguirem o líder com espontaneidade, e não de maneira forçada.

Líderes que sabem trabalhar com esse modelo de trabalho, no dia a dia, têm muito mais chances de serem líderes verdadeiros, e não pessoas que, simplesmente, impõem a sua vontade — a qualquer custo e doa a quem doer.

Que tipo de líder você é?

Agora que já vimos o que é liderança, que tal aprender a identificar o tipo de líder que você é?

Ao saber disso, fica mais fácil entender como você pode se relacionar com as pessoas e, também, a tornar a sua missão mais clara e eficiente ao ser transmitida.

E, para começar, vale a pena entender: você estimula e encoraja os seus profissionais ou desmotiva-os e desqualifica-os constantemente?

Quando você sugere um novo e desafiador projeto, as pessoas se envolvem ou reclamam? Você dá feedbacks e assume a frente para que todos desenvolvam o trabalho ou apenas impõe ordens e demanda resultados?

Essas ações podem ser reconhecidas facilmente, no dia a dia corporativo. Mas os perfis se misturam em ações distintas e que podem ser observadas e diagnosticadas, previamente, para que você passe a agir de maneira mais assertiva para o desenvolvimento pessoal e profissional de sua equipe — e o seu próprio.

Abaixo, vamos destacar alguns desses perfis de liderança:

Tangente, que é o profissional centralizador e que comanda de maneira hierárquica e unilateral. Se ele para, toda a equipe para com ele;

Inseguro, que é o perfil de liderança focado em usar alguém para suprir as suas crenças limitantes e atitudes de autossabotagem para colocar o trabalho em prática, mas sem se expor;

Ameaçado, que consiste no profissional que destoa dos outros profissionais, e o choque de pensamentos e comportamentos apenas vai desagregar, e estagnar (e colocar em risco) o trabalho;

Verdadeiro, que é o perfil no qual a liderança é quase que invisível. O trabalho é colaborativo e sinergético, com harmonia e sem conflitos. Todos se inspiram a fazer o trabalho em prol da equipe, e não só dos seus próprios desejos.

E aí, deu para entender qual é o tipo de líder que você é? Lembre-se que esse diagnóstico é só a primeira etapa de um exercício contínuo de aprimoramento pessoal e profissional, para que, a cada dia, você aproxime-se mais e mais do perfil de líder verdadeiro.

Quais atitudes aplicar para desenvolver a sua liderança?

Com base no que vimos acima, a liderança verdadeira pode ser alcançada dentro da sua empresa, e na relação com os seus profissionais, por meio de alguns pensamentos e atitudes que vão se refletir no dia a dia. E, a seguir, vamos falar um pouquinho mais sobre elas, dê só uma olhada!

Reúna-se frequentemente com a sua equipe

Aprenda a liderar a sua equipe através de boas práticas de gestão, com credibilidade e exemplos que gerem admiração — como pessoa e profissional.

E as reuniões são fundamentais para isso. Não só as reuniões burocráticas, mas o envolvimento com os seus trabalhadores. No dia a dia, transmita os seus valores e ferramentas, bem como a missão e o objetivo em questão, sempre com credibilidade. Comece a dar o exemplo, e de maneira colaborativa, não individual.

As pessoas olham e aprendem com o que os líderes fazem — e deixam de fazer — e passam a replicar em suas atitudes. Assim, cria-se uma equipe coesa a cada vez mais autônoma.

Lidere pela autoridade, não pelo autoritarismo

O poder de comando é a autoridade. Autoritarismo, no que lhe concerne, responde à máxima “manda quem pode, obedece quem tem juízo”. E é importante diferenciar os conceitos para que você deixe de usar o autoritarismo em sua rotina.

A autoridade pelo posicionamento é algo que gera inspiração nos outros. Faz com que as pessoas queiram seguir você, acompanhem pela sua liderança, e não só pelo poder que o seu cargo propõe. Faça-se essa pergunta, sempre, para que as suas decisões e atitudes se reflitam nessa proposta.

Propague a missão

Em todos os seus projetos e ações do dia a dia, certifique-se de que você está propagando a missão do seu negócio. Ou seja: dê credibilidade e personalidade às suas mensagens, para que as pessoas se identifiquem, familiarizem-se e queiram fazer parte dessa empreitada, mas seguindo os mesmos valores que você.

É importante que as pessoas entendam a missão e o propósito, e vejam-se neles. E a sua liderança tem papel determinante nesse processo, ajudando-os a enxergar, constantemente, o quanto eles fazem parte daquilo tudo — e do quanto essa missão é gratificante.

Identifique os funcionários insatisfeitos

É possível (e natural) que nem todos compartilhem da sua visão de liderança. Nesses casos, vale a pena decidir-se pela continuidade ou não desses profissionais, na empresa, e fazer uma entrevista de desligamento com todos que deixarem de fazer parte da equipe.

E sabe por quê? Vale a pena para entender o que a empresa está fazendo de acordo com a sua visão, aprender com os seus erros e recomeçar, e também para aprender sobre o perfil dos profissionais de sua empresa e o que eles procuram para as suas respectivas vidas. A insatisfação é um vício comportamental e a pessoa, dificilmente, vai se curar. Sem falar na grande possibilidade de contaminar outros profissionais comprometidos.

Se não há nada para fazer, que ajude essas pessoas a compartilharem da união coletiva, demita-as. Assim, sua equipe vai ser cada vez mais forte e determinada.

Por onde começar?

Mesmo com tudo o que falamos até aqui, você deve entender que o primeiro passo para o desenvolvimento da liderança ocorre internamente. A sua liderança deve ser trabalhada, acima de tudo, com base no seu autoconhecimento e a plena identificação dos seus objetivos, desejos e desafios.

 

 

Fonte: febracis.com

Aprenda a desenvolver a sua liderança
Com base no que vimos acima, a liderança verdadeira pode ser alcançada dentro da sua empresa, e na relação com os seus profissionais, por meio de alguns pensamentos e atitudes que vão se refletir no dia a dia. E, a seguir, vamos falar um pouquinho mais sobre elas, dê só uma olhada!
Article Number: 15236
Read. 495 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Carla Fernanda Bernardes

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.