Bicho geográfico

Bicho geográfico

Bicho geográfico é o nome popular dado ao parasita nematoide Ancylostoma brasiliense ou ao Ancylostoma caninum que causam a doença chamada larva migrans cutânea. Ele é assim chamado porque as larvas penetram na derme e migram através do tecido subcutâneo ou visceral deixando seus rastros pelo corpo. Esse parasita é frequente em cães e gatos e em razão do contato bastante próximo com os animais domésticos, pode se instalar no homem e não conseguir completar seu ciclo por estar em um hospedeiro anormal.

A larva migrans pode ser cutânea ou também chamada de dermatite serpiginosa e dermatite pruriginosa. Ocorre frequentemente em regiões tropicais e subtropicais, e afetam principalmente as regiões do corpo que possuem contato com o solo, como os pés, pernas, coxas, mãos, antebraços e nádegas, causando um prurido excessivo; raramente boca, lábios e palato são atingidos.

O contato com solo contaminado por fezes de cães e gatos é a forma como se adquire o bicho geográfico. No solo, os ovos presentes nas fezes, sob boas condições de umidade, temperatura e oxigenação, transformam-se em larvas que vão penetrar na pele e causar a doença no homem. Nos cães e gatos, a infecção ocorre tanto por via oral, cutânea ou pela placenta.

Sintomas como erupções avermelhadas que geram muita coceira e podem causar dor, ocasionam a falta de sono e nervosismo. Além disso, pode causar alterações pulmonares como tosse e falta de ar e alergia em razão das substâncias tóxicas liberadas.

Dependendo do estágio da doença, pode-se fazer apenas o tratamento tópico por meio de pomadas e, caso necessário, utilizar também o tratamento oral. Os meios de combate à doença são: recolher fezes dos cães e gatos, proteger o corpo em praias, utilizando calçados e toalhas a fim de impedir o contato com o solo, que pode estar contaminado. É muito importante também não levar animais para a praia, para evitar contaminação, caso estes estejam com o parasita.

Bicho geográfico
Article Number: 11626
Read. 182 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

WENDERSON MARTINS Miranda

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.