Bumdalelê- lenine


Chegou, chegou...
A nossa tribo é o tambor que acorda o carnaval.
Bebeu, sorriu, cantou...
E organizou o cartel do alto-astral.
Você que nada e não morre na praia,
Você que é da gandaia, me diz,
Você que é do prazer,
Abra os seus olhos pra ver,
O lado iluminado do país

O Rio de Janeiro continua rindo,
É fevereiro e o Suvaco tá na rua,
Até o Cristo lá do alto vem segundo,
Abraçando o sol, até beijar a lua.

Aqui,
Qualquer tostão faz uma festa,
Aqui,
Qualquer maluco é cidadão,
Aqui já tá tão bom, se melhorar não presta,
Só falta consertar o resto da nação.

Valeu,
Lavar o verde e o amarelo,
Valeu,
Atravessar noventa e dois,
Me beija,
Me dá um gole de cerveja,
E o resto deixa pra depois.

É bundalelê
É bundalalá
Vou no vácuo do Suvaco,
Até onde me levar,

É bundalelê
É bundalalá
Juntei a tribo,
E tô aqui pra anunciar...

Que o suvaco chegou...
Bumdalelê- lenine
Article Number: 8461
Read. 431 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Erlan Farinelli

Contact Me.

  • Email
  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.