COFERBOL

É um esporte coletivo misto, de contato físico controlado, praticado principalmente na Europa, tendo sido inventado na Holanda e que vem em franca expansão pelo mundo. O esporte obteve uma boa aceitação e expansão logo a sua apresentação, e em 1903 constitui-se a “Associação Holandesa de Corfebol”. Nos anos seguintes a atividade desenvolveu-se essencialmente na Holanda praticada pelos mais jovens, e está a aumentar sua popularidade e o número de praticantes, sendo atualmente cerca de 100 mil praticantes somente na Holanda. Em 1920, foi apresentada como modalidade de demonstração nos Jogos Olímpicos. Naquela época a Bélgica inicia a sua prática e devido à sua proximidade geográfica com a Holanda, se desenvolveu rapidamente, levando à criação de uma “Associação Nacional” no ano de 1921. Oito anos após, foi novamente modalidade de demonstração nos Jogos Olímpicos de Amsterdão, em 1928.Em 1933 a modalidade sofre um novo impulso com a criação da IKF (International Korfball Federation). Após a Segunda Guerra Mundial, inicia-se o processo de divulgação a nível mundial, começando pelo Reino Unido, Dinamarca, Alemanha, Espanha, Estados Unidos e por último a Austrália. O número de países praticantes tem vindo a aumentar progressivamente. Atualmente estão presentes os países lusófonos que praticam a Corfebol que são Portugal e Brasil respectivamente.
A modalidade surgiu na Holanda em 1902 e foi inventada pelo professor de Educação Física, Nico Broekhuvesen. O holandês inspirou-se num jogo chamado Ringball, que conheceu na Suécia durante um curso de verão. Depois de alguns ajustes, Nico adaptou a modalidade e designou-a como Corfebol, que em Português significa “bola ao cesto”. Naquela altura, a Associação de Educação Física de Amesterdã procurava um jogo que pudesse ser praticado por crianças, jovens e adultos de ambos os sexos, com o objetivo de mantê-los sadiamente ocupados, já que no início do século não era comum mulheres praticarem desporto. Seja um desporto ou simplesmente uma recreação, o Korfball conseguiu revolucionar sua época, início do Século XX, um cunho social relevante ao colocar a mulher nas mesmas condições que o homem. O professor Nico começou a introduzir a modalidade nas escolas primárias holandesas, com o intuito de manter as crianças ocupadas e afastadas de problemas que se referem à delinquência juvenil. Visto que naquela época, a Holanda ainda vivia os efeitos da Revolução Industrial, que obrigava os pais dos alunos a trabalharem geralmente 12 horas por dia. Com isso, as crianças ficavam grande parte do tempo sozinhas.
Broekhunsen aproveitou a quantidade de alunos, e constituiu equipes com 12 pessoas, sendo seis meninos e seis meninas, ou seja, a partida era constituída por 24 jogadores (12 de cada lado), o que era extremamente vantajoso em turmas muito grandes com cerca de 40 a 50 alunos. Apesar de diferente, a modalidade teve uma boa aceitação e começou a se expandir e a se popularizar pelo resto do país e em territórios coloniais holandeses, como a Indonésia, Suriname e as Antilhas holandesas. Apesar de ter sido inventado em 1902, a modalidade só foi registada no ano seguinte com a criação da Associação Holandesa de Corfebol.
Aos poucos, o número de praticantes foi aumentando, principalmente entre crianças e jovens que tinham no desporto uma referência de integração e cooperação. Ao longo dos anos o Corfebol foi conquistando as pessoas, tanto que hoje, o Corfebol tem atualmente cerca de 200 mil praticantes na em todo o mundo, segundo dados da confederação holandesa de Corfebol.
COFERBOL
Article Number: 16621
Read. 146 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Raquel Vidal

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.