Dogma e técnica da biologia molecular

Dogma Central da Biologia Molecular

Dogma Central da Biologia Molecular

O dogma central da Biologia Molecular, proposto por Francis Crick em 1958, consiste em explicar como as informações contidas no DNA são transmitidas. Em síntese, ele explica que o fluxo das informações genéticas ocorre na seguinte sequência: DNA → RNA→ PROTEÍNAS.

Isso significa que o DNA promove a produção de RNA (Transcrição), o qual por sua vez codifica a produção de proteínas (Tradução). No momento da descoberta, acreditava-se que esse fluxo não poderia ser invertido. Hoje, sabe-se que a enzima transcriptase reversa é capaz de sintetizar DNA a partir do RNA.

Saiba mais, leia também:

  • DNA
  • RNA
  • Proteínas
  • Síntese proteica

Técnicas da Biologia Molecular

As principais técnicas usadas nos estudos de Biologia Molecular são:

  • Reação em Cadeia da Polimerase (PCR): Essa técnica é utilizada para ampliar cópias do DNA e gerar cópias de determinadas sequências, o que possibilita, por exemplo, a análise de suas mutações, clonagem e manipulação de genes.
  • Eletroforese em Gel: Esse método é utilizado para separar proteínas e os filamentos de DNA e RNA, através da diferença entre suas massas.
  • Southern Blot: Por meio da autoradiografia ou da autofluorescência, essa técnica permite precisar a massa molecular e verificar se determinada sequência encontra-se presente em um filamento de DNA.
  • Northern Blot: Essa técnica permite analisar informações, como a localização e a quantidade do RNA mensageiro, responsável por enviar as informação do DNA até a síntese de proteínas nas células.
  • Western Blot: Esse método é utilizado para análise das proteínas e mescla os princípios da Southern Blot e Northern Blot.
Dogma e técnica da biologia molecular
Article Number: 17137
Read. 2019 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

WENDERSON MARTINS Miranda

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.