Eu sou meu guia- lenine


Era um menino com o destino do mundo nas mãos
Olhos no dilúvio e os dedos num violão
Dançam cordilheiras, ondeando, ofegando no ar
Roda, minha vida, se eu quiser posso abrir um mar

E eu irei em qualquer direção
E voltarei, eu sou meu guia

Parto com a lua derramada no espelho do mar
Cartas de um futuro, tenho o mundo pra se revelar
Era o outro lado do sol, e um perfume de fruta e de flor
Dança, minha vida, nas trapaças do Criador

E eu irei em qualquer direção
E voltarei, eu sou meu guia

Todo o céu vê brilhar
Quando um resto de estrela da noite clareia a manhã
Terra e sol, vento e mar
O segredo que eu trago guardado no meu talismã

Era um menino com o destino do mundo nas mãos
Olhos no dilúvio e os dedos num violão
Era outro lado do sol, e um perfume de fruta e de flor
Roda, minha vida, nas trapaças do Criador

E fui até o outro dia...
Eu sou meu guia- lenine
Article Number: 8566
Read. 65 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Erlan Farinelli

Contact Me.

  • Email
  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.