Futebolista

O jogador de futebol, ou futebolista, é um atleta profissional de futebol, cuja prática deste desporto é a sua fundamental função. Estes trabalhadores são contratados por clubes de futebol e, devido ao desgaste físico e mental provenientes do trabalho de atleta, suas carreiras são de curta duração. Tendo surgido como emprego apenas para homens, mais recentemente as mulheres[3][4] também têm tido acesso à profissão de futebolista, na categoria denominada como futebol feminino.[5]
Futebolista

Perfil físico

Um jogador profissional precisa ter força para suportar colisões com seus adversários, resistência cardiorrespiratória, flexibilidade e muita coordenação motora. Em média, um futebolista dá 60 arrancadas por jogo, onde ele é capaz de correr 35 metros em 4,3 segundos, numa velocidade média de 29 km/h. Nos jogos, os batimentos cardíacos passam dos 60 batimentos por minuto quando em repouso, para 120 e pode chegar até 180 no auge da disputa. Além disso, os jogadores de futebol têm entre 10% e 13% de percentual de gordura corporal (A Organização Mundial da Saúde recomenda que o percentual dos homens seja de 18%).[6]

Segundo um levantamento feito por Turíbio Leite de Barros Neto, fisiologista do São Paulo, os laterais e meias são mais exigidos em relação à resistência física, pois percorrem, em média, 12 quilômetros numa partida contra os 8 quilômetros de atacantes e zagueiros. Por outro lado, beques e candidatos a artilheiros dão quase 50% a mais de piques curtos, em que o fundamental é a força muscular, justamente a aptidão física perdida mais cedo pelo corpo humano.[7]



Carreira

Aprendizagem

A aprendizagem da prática do futebol é dada de forma amadora, ainda na infância ou adolescência. O local apropriado para a primeira prática é variado, podendo ser tanto em casa, quanto em quadras e campos, ou mesmo na rua e na praia. Pode tornar a figura de colega na aprendizagem os amigos, vizinhos, parentes etc. do jovem. Há também escolinhas de futebol, que através de professores e/ou orientadores, iniciam crianças neste esporte, dando oportunidade de realizar jogos e treinamentos para aprimorar os fundamentos e habilidades.

Nesta época, o jovem ainda não possui definição sobre a sequência de uma eventual carreira profissional. Trata-se apenas de divertimento que, aos poucos, cria um elo de paixão pelo esporte. A prática precoce do futebol, bem como qualquer outro desporto, tem a função social de integrar grupos distintos e afastar os jovens da criminalidade.

Article Number: 27882
Read. 127 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Warley Soares

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.