Gana

Gana

A revisão 2019 das projeções populacionais da ONU para o século XXI

Data: 18 de junho de 2019

[EcoDebate] A Divisão de População da ONU disponibilizou, no dia 17 de junho de 2019, as novas projeções populacionais para todos os países, para as regiões e para o total mundial. A população mundial para 2019 foi estimada em 7,70 bilhões, devendo chegar a 7,79 bilhões em 2020 e a 8 bilhões de habitantes em 2023.

 

Em decorrência das incertezas sobre o futuro, as projeções são apresentadas em três cenários, conforme mostra o gráfico abaixo. A revisão 2019 indica, no cenário de projeção alta, uma população de 15,6 bilhões de habitantes no mundo em 2100 (a revisão 2017 projetava um número de 16,52 bilhões). No cenário de projeção média, a população global seria de 10,87 bilhões de habitantes em 2100 (a revisão 2017 projetava um número de 11,18 bilhões). E no cenário de projeção baixa, o número ficaria em 7,32 bilhões de habitantes em 2100 (a revisão 2017 projetava 7,28 bilhões). Na projeção média – a mais provável de ocorrer – o número da revisão 2019 é 300 milhões menor do que o da projeção da revisão anterior, divulgada em 2017.

 

O crescimento populacional anual que está em 1,1% ao ano, no quinquênio 2015-20 vai se desacelerar ao longo do século e, na projeção média, deve ficar em 0,4% ao ano no quinquênio 2095-2100. Ou seja, a estabilização da população mundial só deve ocorrer no século XXII.

 

 

A tabela abaixo apresenta as estimativas da população mundial em 1950, 2000 e 2020 e a projeção média para 2050 e 2100 para o mundo e para os continentes, além da comparação com os dados da projeção média da revisão 2017 para o ano de 2100. Nota-se que a população mundial, mesmo com uma estimativa 300 milhões de habitantes mais baixa, deve crescer 4,3 vezes entre 1950 e 2100 (de 2,5 bilhões em 1950 para 10,9 bilhões em 2100).

 

A redução do total populacional – na projeção média atual (2019) em relação à projeção anterior (2017) – ocorreu em todos os continentes, com exceção da Oceania que apresentou um ligeiro aumento. Para a África a projeção atual para 2100 é de 4,28 bilhões de habitantes (era de 4,48 na revisão 2017). Para a África Subsaariana a projeção atual é de 3,76 bilhões em 2100 (era de 4 bilhões na projeção anterior). Para a Ásia a projeção atual é de 4,72 bilhões em 2100 (era de 4,78 anteriormente). Para a Europa o número para 2100 é de 629 milhões (era de 653 milhões). Para a América Latina e Caribe (ALC) a projeção da revisão 2019 indica um número de 680 milhões de habitantes em 2100 (contra 712 milhões na projeção 2017). Para a América do Norte o novo número é de 491 milhões em 2100 (contra 499 milhões anteriormente). E por fim, a nova projeção indica 74,9 milhões de habitantes na Oceania em 2100 (era de 71,8 milhões na projeção 2017).

 

Portanto, a maior queda entre a projeção 2019 e a projeção 2017 ocorreu na África Subsaariana, com uma redução de 225 milhões de habitantes na estimativa de 2100. Mesmo assim, o crescimento da população da África Subsaariana passou de 179 milhões, em 1950, para 640 milhões em 2000 e deve crescer 6 vezes durante o século XXI. A Ásia deve continuar sendo o continente mais populoso. A ALC deve ficar com população abaixo de 700 milhões, mas superior à população europeia em 2100.

 

 

A tabela abaixo apresenta os 20 países mais populosos do mundo em 2020 e os 20 mais populosos em 2100, além de comparar as projeções para 2100 das duas últimas projeções da Divisão de População da ONU. Nota-se, que os dois países mais populosos do mundo continuarão a ser a China e a Índia, mas com uma inversão, pois a população indiana deve ultrapassar a população chinesa em 2027. Porém, a projeção da população da China em 2100, na revisão 2019 (de 1,06 bilhão) é maior do que na revisão 2017 (de 1,02 bilhão), enquanto da Índia a revisão 2019 indica 1,45 bilhão contra 1,52 bilhão da revisão 2017.

 

Article Number: 7631
Read. 551 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Wenderson Mendes

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.