O Senhor dos Anéis (1978)

The Lord of the Rings (O Senhor dos Anéis, no Brasil e em Portugal) é um filme de alta fantasia animado de 1978 dirigido por Ralph Bakshi.[3][4] O filme é uma adaptação do conto épico de alta fantasia de J. R. R. Tolkien, O Senhor dos Anéis, cujo enredo narra os eventos de The Fellowship of the Ring e a primeira parte de The Two Towers. Situado na Terra Média, o filme segue um grupo de hobbits, elfos, homens, anões e magos que formam uma sociedade. Eles embarcam em uma missão para destruir O Um Anel e garantir a morte de Sauron.
O Senhor dos Anéis (1978)

O diretor Ralph Bakshi descobriu os trabalhos de Tolkien no início de sua carreira e fez várias tentativas de produzir O Senhor dos Anéis em animação antes de receber o apoio do produtor Saul Zaentz e a distribuição da United Artists. O filme se destaca pelo uso frequente da rotoscopia, técnica que utiliza cenas filmadas com atores reais e que depois são convertidas em desenhos em celuloides de animação. O filme tem as vozes de Christopher Guard, William Squire, Michael Scholes, John Hurt, Simon Chandler, Dominic Guard, Michael Graham Cox, Anthony Daniels e David Buck e seu roteiro foi escrito por Peter S. Beagle, baseado em um rascunho feito por Chris Conkling.

Apesar do filme ter sido um sucesso financeiro, ele foi recebido de forma mista pela crítica especializada e nenhuma sequência foi produzida para contar o restante da história. Foi a primeira adaptação áudio-visual de O Senhor dos Anéis, seguida de uma mini-série finlandesa e posteriormente da trilogia de filmes de Peter Jackson.

No início da Segunda Era da Terra Média, elfos ferreiros forjaram nove anéis do poder para os homens mortais, sete para os senhores anões e três para os reis elfos. Em seguida, Sauron, um espírito primordial, forjou O Um Anel e o usou para tentar conquistar a Terra Média. O objeto foi apreendido pelo príncipe Isildur e, logo depois de seu assassinato, repousou no fundo do rio Anduin por mais de 2500 anos. Com o decorrer do tempo, Sauron coletou os nove anéis dos homens mortais e criou os Nazgûl, fantasmas quase imortais ligados ao poder do Um Anel. Durante uma pescaria, Déagol retira o anel do rio; fascinado pelo objeto, Sméagol assassina seu amigo e o toma para si. O Um Anel então distorce o corpo e a mente de Sméagol e o transforma na criatura Gollum. Posteriormente, Bilbo (Norman Bird) encontra o anel na caverna de Gollum e o leva para o Condado.[5]

Anos mais tarde, durante a festa de aniversário de Bilbo, o mago Gandalf (William Squire) pede para que ele deixe o anel com seu parente Frodo (Christopher Guard). Bilbo relutantemente concorda e deixa o Condado. Gandalf sai em busca de respostas e descobre que se trata do O Um Anel e que as forças do mal descobriram que o mesmo estava em posse de um Bolseiro. Sem demora, o mago conta a história do anel para Frodo e o perigo que ele representa. Então, Frodo deixa o Condado acompanhado por três amigos hobbits: Pippin (Dominic Guard), Merry (Simon Chandler) e Sam (Michael Scholes) e leva consigo O Um Anel. Após escaparem dos Nazgûl, os hobbits eventualmente encontram Aragorn (John Hurt) em Bree, que os leva até Rivendell. Frodo é esfaqueado no Topo do Vento pelo chefe dos Nazgûl e fica adoecido pelo resto da viagem. Os Nazgûl os alcançam logo após se depararem com o elfo Legolas (Anthony Daniels) e com um impasse no vau de Rivendell, os Nazgûl são arrastados pelo rio.[5]

Em Rivendell, Frodo é curado por Elrond (André Morell) e encontra Gandalf novamente. O mago conta que teve que escapar de Saruman (Fraser Kerr), e que o mesmo planejava se aliar com Sauron, mas que também queria tomar para si O Um Anel. Em um conselho, Frodo se voluntaria para ir até Mordor, único local em que o anel poderia ser destruído. Posteriormente Frodo sai de Rivendell com oito companheiros: Gandalf; Aragorn; Boromir (Michael Graham Cox), filho do regente de Gondor; Legolas; Gimli (David Buck), o anão; e os seus três amigos hobbits.[5]

A tentativa de cruzar as Montanhas da Névoa é frustrada pela neve severa e eles são forçados a ir por Moria. Nas minas, eles são atacados por orcs e Gandalf cai em um abismo enquanto lutava contra um balrog. O restante da sociedade continua até o reino elfo de Lothlórien, onde eles encontram a rainha elfa Galadriel (Annette Crosbie). Posteriormente, Boromir tenta tomar o anel de Frodo, que escapa da emboscada. Apesar de querer continuar sua jornada sozinho, Sam insiste em acompanhá-lo. Boromir é morto por orcs ao tentar defender Merry e Pippin, que também haviam capturado os hobbits, e pretendiam levá-los para Isengard pela terra de Rohan. Os hobbits escapam e fogem para a Floresta de Fangorn, onde encontram Barbárvore (John Westbrook). Aragorn, Gimli e Legolas rastreiam Merry e Pippin pela a floresta e reencontram Gandalf, que reapareceu após destruir o balrog.[5]

Os quatro, em seguida, dirigem-se para Edoras, capital de Rohan. Gandalf convence o rei Théoden (Philip Stone) que seu povo está em perigo. Posteriormente, Aragorn, Gimli e Legolas viajam para o Abismo de Helm. Frodo e Sam descobrem Gollum perseguindo-os em uma tentativa de recuperar o anel, mas a criatura é capturada. Ele oferece orientação durante o caminho para a Montanha da Perdição em troca de sua vida. Gollum, eventualmente, começa a conspirar contra os hobbits, e se pergunta se "ela" pode ajudar. No Abismo de Helm, as forças de Théoden resistem aos orcs enviados por Saruman até Gandalf chegar com os cavaleiros ausentes de Rohan.[5]

Article Number: 17156
Read. 297 Time.
Rate this article.
Thank you for your vote.

This article was written by:

Rogerleks Frasson

Contact Me.

  • Email
View More. Close.

article.Autor.author_review

Other articles written by this Author.